Mato Grosso do Sul exporta açúcar para 33 países e Rússia, com 133 mil t é o maior importador

Campo Grande  (MS) – De janeiro a setembro deste ano o açúcar produzido pelas usinas sucroenergéticas de Mato Grosso do Sul foi comercializado com 33 países, segundo dados  do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

De acordo com o MDIC, nestes três trimestres, o principal comprador do açúcar produzido no Estado foi a Rússia, com 133,383 mil toneladas, o equivalente a 14,44% do total comercializado que foi de 923,372 mil toneladas. Na sequência aparecem a Argélia, com 113,301 mil toneladas (12,27%) e o Canadá, com 106,515 mil toneladas (11,53%).

Além da Rússia, da Argélia e do Canadá, o açúcar sul-mato-grossense também foi vendido nestes nove meses para a Malásia, Georgia, Bangladesh, Índia, China, Emirados Árabes Unidos, Israel, Lituânia, Uruguai, Venezuela, Bahrein, Uzbequistão, Suíça, Tunísia, Congo, Polônia, Nigéria, Marrocos, Portugal, Croácia, Arábia Saudita, França, Espanha, Egito, Bulgária, Indonésia, Irã, Ucrânia, Africa do Sul e Paraguai.

Nestes três trimestres de 2013, a maior parte do açúcar exportado pelo Estado, 742,617 mil toneladas, o que representa 80,42%, foi escoado pelo porto de Paranagua, no Paraná. Depois, na sequência aparece o porto de Santos, em São Paulo, com 160,586 mil toneladas (17,39%).

Conforme as informações do MDIC, nestes nove meses, o açúcar se consolidou como o terceiro principal produto em receita nas exportações de Mato Grosso do Sul, com um faturamento de US$ 396,083 milhões . O alimento, que já chegou a ocupar a quinta posição na listagem durante o mês de abril, foi superado no acumulado de janeiro a setembro apenas pela celulose, com US$ 781,247 milhões e a soja, com US$ 1,164 bilhão.

Fonte: Cana News

Compartilhe:

Últimas Notícias

Câmbio